Página 17 - Turcaça 33

Versão HTML básica

17
CAÇA MAIOR
montaria de Rebordainhos,
uma referência monteira da
região brigantina e norte do
país, esteve igual a si própria, em
termos de organização e quadro de
caça – oito javalis cobrados, pelas
85 portas preenchidas. A mancha
tem sido, invariavelmente, generosa.
Num Inverno muito chuvoso, o 16
de Fevereiro nasceu, todavia,
solarengo, o que é sempre
agradável para os monteiros e seus
acompanhantes e, no caso
particular, acaba por amenizar o
vento serrano, que faz parte do
cartão-de-visita desta aldeia de
Bragança.
A mancha de Rebordainhos tem a
particularidade de juntar duas numa
só – a mancha mais serrana, por
cima da aldeia, e a mancha situada
nos fundos, embora também cheia
de carvalhos.
Perante o espaço a montear, é fácil
acomodar mais de 100 armas. Esta
época, o número de portas ficou
pelas 85. Monteada uma vez por
época, a mancha já não oferece
segredos para os organizadores e
por isso a colocação dos monteiros
é fácil, bem como o
número de matilhas a
con t r a t a r pa r a a
“varrer”.
Ladras, tiros e porcos
abatidos, como era
expectável e acabou
p o r a c o n t e c e r .
Ra r amen t e , a mancha de
Rebordainhos f ica aquém do
esperado.
Como também é habi tual , os
monteiros foram recebidos com
agrado e simpatia e a mesa foi farta,
à boa moda da região.
Que mais se pode pedir?
Saúde para repetir a graça pró ano.
Montaria de Rebordainhos é já uma referência na região
A generosidade do costume
Desta vez a neve apenas espreitou,
mas foi o suficiente para colorir em tons de branco
aos telhados da aldeia...