Página 30 - Turcaça 33

Versão HTML básica

o pretér i to dia 26 de
Janeiro teve lugar mais
uma montaria aos javalis,
com o cenário da concentração dos
vários intervenientes, em Candemil,
concelho de Amarante, a qual
p r imou pe l a i r ep r eens í ve l
organização, alido ao caloroso
conv í v i o que semp r e nos
proporcionaram.
A iniciativa do evento foi da exclusiva
responsabilidade dos dirigentes da
zona de caça assoc i a t i va
Associação Cultural e Desportiva
Águia do Marão.
A organização, como sempre nos
habituou, mais uma vez primou, no
domínio do apoio logíst i co,
segurança, des l ocação dos
Monteiros para as respetivas portas,
com especial realce para os
excelentes taco e almoço servidos
a todos os presentes.
Em abono do registado em
montarias anteriores, o número de
M o n t e i r o s e r e s p e t i v o s
acompanhantes foi considerável,
tendo-se deslocado de diversos
pontos geográf icos do país,
ocupando 108 portas localizadas
no interior da mancha.
Em termos climatéricos, a “Mãe
Natureza” primou-nos com um
radioso dia de sol, facto que também
contribui para o bom desempenho
e o desenrolar das l ides que
envolviam 6 excelentes matilhas,
tendo como resultado o cobro de 5
javal is, facto que superou as
expectativas de toda a organização.
De salientar que, ao presente acto
cinegético associou-se e prestou o
seu apoio incondicional o grupo
Sportrofa - SHF, tendo oferecido
alguns adereços de vestuário, da
marca AUTUNO, os quais foram
objeto de sorteio extensivo a todas
as portas que se encontravam
presentes no salão onde decorreu
o a lmoço . Es t a en t i dade ,
proporcionou ainda um pré-sorteio,
o qual ablitou o contemplado a
candidatar-se ao sorteio de uma
arma de caça, que terá lugar no
final da presente época venatória.
Pe l o empenho que sempre
demonstraram, o inegável espírito
de sacrifício pessoal, a receção
calorosa dispensada a todos os
“forasteiros”, a equipa dirigente da
“Águia do Marão” é digna e
merecedora do agradecimento
público de todos pela gratificante e
inesquecível jornada de caça e
convívio proporcionados.
Parafraseando o poeta, diria em
termo de remate… “Havemos de lá
voltar algum dia!”
Texto e fotos:
França Martins
CAÇA MAIOR
30