Página 64 - Turcaça 33

Versão HTML básica

a segunda parte deste artigo
i r emo s a b o r d a r a s
e m e r g ê n c i a s n ã o
traumáticas.
Relat ivamente às condições
climatéricas, é essencial assegurar
que os seus cães não estejam
sujeitos a temperaturas extremas.
Em dias muito quentes deve estar
atento aos sinais de golpe de calor
(respi ração mui to acelerada,
temperatura corporal acima dos 40
graus e prostração), deve proceder
de imediato ao arrefecimento do
animal. Coloca-lo à sombra e molhá-
lo, ir controlando a descida da
temperatura, medindo a temperatura
rectal. Se o animal apresentar sinais
de dificuldade respiratória (para
além da respiração acelerada, tiver
a língua e as mucosas azuladas)
deve proceder do mesmo modo,
mas procurar auxílio veterinário
rapidamente pois existe o risco de
morte por falência respiratória.
Quando um animal é picado por um
insecto pode ocorrer uma reacção
alérgica e haver inchaço dos tecidos
moles. Estas reacções alérgicas
estabelecem-se em minutos e
podem man i fes tar -se como
angioedemas da face (a face fica
inchada, especialmente nos lábios
e nas pálpebras) ou urticárias
(pápulas dispersas por todo o
corpo). Os cães têm tendência a
esfregar o focinho devido ao prurido
e pode ocorrer vómito associado.
Uma complicação grave destas
situações é o edema da glote
(inchaço da zona da garganta, que
pode levar a asfixia). Nestes casos,
deve administrar um anti-histamínico
64
VETERINÁRIA
Angioedema por picada de insecto
Casulo de Processionária
Processionária