Página 22 - Turcaça 36 digital

Versão HTML básica

CAÇA MAIOR
22
“ laboratór io natural de
Bornes”, ou seja, o cercado
de corços de Grijó/Vilar do
Monte, Macedo de Cavaleiros,
inserido na zona de caça com o
mesmo nome (ZC Associativa de
Grijó/Vilar do Monte), continua na
ordem do dia e é já uma ferramenta
indispensável de trabalho para os
alunos da Universidade de Trás-os-
Montes e Alto Douro (UTAD),
instituição com uma colaboração já
protocolada, e também do Instituto
Politécnico de Bragança (IPB). Com
efei to e com o propósi to de
identificar mais cervídeos, uma
equipa da Escola de Ciências
Agrárias e Veterinárias da UTAD
esteve no terreno em meados de
Março e o resultado foi a captura
de mais dois animais – uma fêmea
e um macho, ambos nascidos em
Maio de 2012, portanto prestes a
completar dois anos de vida. Entre
11 corços, a população da área
fechada, com 35 hectares, cinco já
estão “br incados” (orelha) e
“chipados” (chip - processo de
identificação electrónica, igual ao
dos cães).
Foi a segunda acção do género no
espaço de um punhado de meses.
Em Novembro, então numa
operação pionei ra dentro do
cercado, tinham sido “marcados”
dois animais, por sinal também um
macho e uma fêmea, ambos
nascidos em Maio, ou seja, crias do
ano. Entretanto e por ter ficado
prisioneira na manga de captura,
um sistema que permite a recolha
de animais do exterior que se
sentem atraídos por aqueles que
deambulam na área fechada, uma
fêmea foi, também, identificada.
Com esta nova acção, são já, pois,
cinco os corços devidamente
“brincados” e identificados, quase
50% da população existente nos 35
hectares e que é monitorizada
assiduamente, graças às câmaras
de vídeo/fotos que estão instaladas
em pontos considerados chave.
Perante mais uma acção coroada
de êxito, estão apenas por identificar
seis cervídeos – o garanhão do
cercado, permitam-nos a expressão,
um macho com quatro/cinco anos
de vida; um macho mais jovem; e,
por último, quatro fêmeas. Mas,
como é vulgar dizer-se entre
caçadores, quem porfia… mata
Aurora Monzon
José Manuel Almeida
Paulo Cortez trouxe reforços
Vitor Pinheiro e Raúl Fernandes