Página 30 - Turcaça 37 digital

Versão HTML básica

CAÇA MAIOR
30
s Jornadas de Animais
Silvestres – ungulados em
cativeiro, que decorreram
no dia 24 de Maio, em Bragança,
foram promovidas pela Escola
Superior Agrária de Bragança, numa
organização conjunta com o Centro
de Investigação de Montanha do
Instituto Politécnico de Bragança
(IPB) e da WAVES Portugal .
A iniciativa da escola brigantina
juntou, na capital da Terra Fria
transmontana, especialistas em
várias áreas, desde médicos-
v e t e r i n á r i o s a d o c e n t e s
uni vers i tár ios com anos de
dedicação e estudos a ungulados
silvestres, os quais abordaram
problemáticas também diferentes e
t r ansmi t i r am conhec imen t o
adquirido com base em experiências
de terreno.
Entre os palestrantes, o médico-
veterinário JoãoAlmeida, do Badoca
Safari Park, uma herdade situada
no litoral alentejano (Vila Nova de
Santo André), abordou a “Captura
de ungulados”, transmitindo o seu
“know-how” (o savoir-faire dos
f ranceses ; e conhec imen t o
processual, para nós) sobre o
assunto, adquirido em países da
África Austral, casos da África do
Sul, Namíbia, Botswana, entre
out ros, e que, obv iamente,
transportou e coloca em prática,
quando necessário, no parque safari
alentejano. Naqueles países
africanos, a captura de ungulados
está, essencialmente, ligada à caça,
sec t o r que ge r a r ece i t as
avultadíssimas e que, por isso,
estabelece preços para cada tipo
de animal, sobretudo os caçáveis.
Ou seja, os propr ietár ios ou
empresas cinegéticas que gerem
milhares de hectares procuram
dispor, por exemplo, dos antílopes
mais vendáveis, permitam-nos a
expressão, entre os caçadores
norte-americanos ou europeus.
Quando os não possuem, vão, pois,
à sua procura, em herdade vizinha
ou mais distante, apostados em
sat isfazer os seus cl ientes e
rentabilizar o investimento e os
recursos vocacionados para essa
área.
Por sua vez, o professor Carlos
Promovidas pela Escola Superior Agrária de Bragança
Jornadas de Animais Silvestres
- ungulados em cativeiro
A bióloga Aurora Monzon