Página 36 - Turcaça 37 digital

Versão HTML básica

“Senti o “bicho” por volta das 10.45h
e atirei-lhe cerca de meia-hora mais
tarde. Vi-o a cerca de 15 metros,
mas não tive a percepção da sua
corpulência. Passou ao lado do
cevadouro e, quando me ofereceu
o flanco, a uma distância de 35/40
metros, coloquei-lhe o tiro no sítio
certo.”, recordou o autor da façanha.
A bala fez o resto. O tiro atingiu
zona vital (a “arca” – coração e
pulmões) e o grande macho estava
ca í do uns me t r os depo i s ,
precisamente esticado num aceiro
ZCAssociativa de Grijó/Vilar
do Monte, Macedo de
Cavaleiros, situada na Serra
de Bornes, presenteou um dos seus
sócios com um javali excepcional,
um “medalha de ouro” – entre os 30
melhores nacionais homologados -
, cobrado no primeiro dia da Lua de
Maio último, pelo método de espera.
O autor da proeza foi António
Fernandes, natural e residente em
Macedo de Cavaleiros, de 56 anos,
funcionário público, e caçador há
mais de três décadas. “Sinto-me um
privilegiado”, confessou à Turcaça,
ainda algo embriagado pela façanha
e pela bênção dos Deuses!
Caçador de perdiz e rendido à caça
maior logo que as montarias
começaram a ganhar força no
Nordeste Transmontano, em
meados da década de 80 do século
passado, sensivelmente, António
Fernandes é sócio da zona de caça
Grijó/Vilar do Monte desde 1992 e
é um dos habituais “esperistas”,
passe o termo, tendo já aí cobrado
mais de duas dezenas de porcos,
só tendo no amigo e companheiro
de lides Raul Fernandes rival à
altura.
O macho da satisfação, com um
peso na ordem dos 120/140kg e
sens i velmente dez anos de
andanças pela serra, estava
referenciado na zona, mas não
parecia disposto a “vender a vida”,
apesar da insistência dos amantes
das esperas no período da Lua.
Quis o dest ino que António
Fernandes fosse o contemplado. A
Browning semi-automática, no
calibre 300 WM, equipada com um
aparelho (óculo) de óptica de alta
qualidade, não deixou de obedecer
a quem a empunhava e, desse
modo, cumpr i r a sua tarefa:
CAÇA MAIOR
36
Javali abatido, em Maio, na ZC Associativa de Grijó/Vilar do Monte
Serra de Bornes oferece ouro!