Página 42 - Turcaça 38 digital

Versão HTML básica

Breve resumo histórico:
Todos os cães de guia e cães de
rasto procedem dos mais antigos
cães de caça que se diz que seja o
cão tipo sabujo. Todos os sabujos
têm um olfato muito apurado para
rastrear, possuem muita segurança
e voluntariedade e seguem a pista
ladrando. Originalmente, escolhiam-
se os sabujos mais fiáveis e seguros
da matilha e, atrelados, procurava-
se com eles a pista do animal
perdido na caçada. A partir destes
sabujos mais tranquilos e dóceis,
assim se criaram mais tarde os cães
de guia com que se trabalhavam os
ras t os quen t es e os cães
rastreadores, na pista do animal
ferido. Por meio de cruzamentos
efetuados no final do século XVIII
e princípios d
o
s
é
culo XIX, com
raças relativamente próximas do
estilo cinegético pretendido, surgiu
o atual Cão de Hannover
,
o primeiro
ve r dade i r o espec i a l i s ta da
modalidade de rasto de sangue.
Com a entrada em cena da
espingarda de caça aperfeiçoada
,
os cães tipo sabujo começaram a
ser ut i l izados depois do t iro
.
Acontece, assim
,
uma maior
especialização desses cães
e
sendo-lhes
exigid
a
uma maior
difusão geográfica, maior resistência
e perseverança, para a caça em
terrenos mais montanhosos.
Comprovou-se, então, que o
Hanover iano era demasiado
pesado, pelo que, para conseguir
um cão dotado das caraterísticas
pretendidas para o t rabalho
desejado, o Barão Karg–Bebenburg
de Reichenhall, cerca de 1870,
cruzou cães de rasto da montanha
com o Hanoveriano, conseguindo
cães mais ligeiros, muito nobres e
rústicos. Estava criado o Baviera.
Estes cães, pelas suas excelentes
características, foram tomando o
lugar de várias raças que eram
utilizadas para a finalidade da pista
de sangue, convertendo-se
,
assim
,
42
CÃES DE CAÇA
Um especialista no rasteio de peças de caça maior feridas
Cão de pista de sangue da Baviera
O estalão oficial do Baviera – o Bayerischer Gebirgsschweisshund, em alemão; e o cão de pista de sangue da
Baviera, na nossa língua - foi reconhecido para a raça a nível mundial pela Fédéracion Cynologique Internacionale
– FCI, apenas em abril de 1996. É um cão do 6º Grupo, o grupo de cães de levante
e
corso (de guarda) e raças
semelhantes, secção 2, cães de rasto. A raça, alemã, já existia declaradamente no final do século XIX.